Guarde o seu coração

Se há algo que dificilmente conseguiremos nos especializar um dia é quanto ao conhecimento do coração do homem, a sede de nossas emoções.

fonte: Guiame, Alexandre Grego

Atualizado: Terça-feira, 20 Abril de 2021 as 3:08

(Foto: Pinterest)
(Foto: Pinterest)

Esta crise vai passar! Esta é uma frase recorrente nos lábios dos mais otimistas, principalmente diante do cenário mundial que estamos vivendo. Ao olharmos para a história da humanidade conseguiremos pontuar algumas crises que foram bem difíceis, ou quase insustentáveis, mas que passaram. E ao olharmos para a Bíblia também veremos momentos de fome, seca, guerras, que também passaram, e diante disso podemos afirmar que mesmo não sabendo quando, temos a confiança de que a crise vai passar. Mas quando ela passar o que restará de nós? Esta é a pergunta.

Gosto muito de dizer que a crise não muda ninguém apenas potencializa o que a pessoa já é, pois são nos momentos de adversidade que o coração se revela. E nos momentos que somos contrariados e postos a prova que mostramos mais claramente qual era a intenção de nossos atos e discursos, e pasme você, mas nem você mesmo se conhece até que chegue o dia da adversidade.

Se há algo que dificilmente conseguiremos nos especializar um dia, posso dizer que é quanto ao conhecimento do coração do homem, a sede de nossas emoções, o lugar onde reside os mais profundos mistérios de uma pessoa.

Veja o que Moisés diz quando escreve em Deuteronômio 8:2 - E te lembrarás de todo o caminho, pelo qual o Senhor teu Deus te guiou no deserto estes quarenta anos, para te humilhar, e te provar, para saber o que estava no teu coração, se guardarias os seus mandamentos, ou não.

As dificuldades, ou os momentos adversos são ferramentas que servem para revelar quem realmente somos, e é difícil aceitarmos tal pensamento se não nos despirmos de nosso senso de autojustiça.

Lembro-me da frase que diz: Quer conhecer uma pessoa dê-lhe poder; mas quer conhecê-lo mais profundamente? Tira-lhe o poder. Meus Deus, isso é muito verdadeiro.

Olhe para Jó, Deus lhe deu uma linda família, bens, empregados, riquezas, e tudo isso foi argumento para Satanás “tentar” acusa-lo de ser feliz. Mas Deus sabia que a felicidade de Jó não estava em nada disso, Deus sabia que Jó tinha o coração Nele. Então Deus “permite” que tudo lhe seja tirado e depois a bíblia vai dizer em Jó 1:21,22 - E disse: Nu saí do ventre de minha mãe e nu tornarei para lá; o Senhor o deu, e o Senhor o tomou: bendito seja o nome do Senhor. Em tudo isto Jó não pecou, nem atribuiu a Deus falta alguma.

Não deixe a crise ou a adversidade te mudar, acredite que estes momentos difíceis irão passar e que você depois que tudo isso passar, será um canal de testemunho para a vida de muitas pessoas, pois foi assim com Jó.

Se posso te dar um conselho para finalizarmos é: Medite em Provérbios 4:23 - Sobre tudo o que se deve guardar, guarda o teu coração, porque dele procedem as fontes da vida.

Deus abençoe!

Alexandre Grego é Pastor, Bacharel em Teologia, Life Coaching, e escritor dos livros “Somos Flechas”, “E Urias?” e “Não existe família perfeita, existe família feliz”. Também é conferencista nas áreas de liderança e casais. Exerce sua atividade pastoral no Ministério Apostólico Koinonia, na cidade de Mogi das Cruzes/SP, é casado com a Pra. Marines Grego.

* O conteúdo do texto acima é de total responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a opinião do Portal Guiame.